Avançar para o conteúdo

Sobre nós

A “Festa do Adufe” celebra o nosso património humano ancestral, português, mediterrânico, vivo e pujante em pleno séc. XXI. Celebra esta Tradição onde participam cada vez mais adufeiras e adufeiros, não só de Idanha-a-Nova e do Paúl, mas de todo o país e do estrangeiro também.

Nesta “Festa” vamos tocar, cantar, aprender, dançar, partilhar e conversar. No fundo, continuar a construir o presente e o futuro deste nosso instrumento único, alimentando a transmissão desta Tradição de mãos para mãos, de vozes para vozes, de corações para corações. 

A “Festa do Adufe” proporcionará momentos formais de aprendizagem do adufe (Introdução à técnica e ritmos tradicionais Ana Clément; Adufe Moderno com Rui Silva), de pura transmissão oral e intergeracional (com as Adufeiras de Monsanto e com a Maria d’Alegria) e aulas de voz com a Joana Negrão. Vamos desfrutar do cancioneiro tradicional, das vivências, afectos, lendas, histórias, sabores e lugares que caracterizam o Adufe e a sua prática.

Em Monsanto, terra mágica, vamos sentir e participar numa festa muito especial: a Divina Santa Cruz (3 de Maio). Nesse dia, tendo por guias a sabedoria e generosidade das Adufeiras e demais gentes de Monsanto, vamos reviver a lenda da aldeira, subir ao Castelo e lançar de lá o pote de flores. Cantar, tocar, dançar e fazer votos para que voltemos a subir ao Castelo em 2025.


Lançar o pote de flores do alto do castelo

Tradição

Aprender, conhecer, viver, desfrutar, abraçar, partilhar.

A celebração da lenda de Monsanto

pt_PTPortuguese